Mambas passam a estar confinados no quartel da Casa Militar

0
Mambas passam a estar confinados no quartel da Casa Militar
Mambas passam a estar confinados no quartel da Casa Militar

A selecção nacional de futebol, Mambas, vai passar a estar concentrada no quartel principal da Casa Militar na cidade de Maputo, segundo anunciou o Secretário de Estado do Desporto, Carlos Gilberto Mendes, no âmbito da preparação do jogo com Cabo Verde.

A medida de passar a selecção nacional para o quartel da tropa de elite que garante a segurança ao Presidente da República Filipe Nyusi, foi tomada tendo em conta o surto da COVID-19 que atingiu os Mambas aquando da recepção aos Camarões no mês de Novembro.

“Desta vez queremos criar uma bolha, queremos preservar os atletas fazer com que eles estejam num sítio de difícil acesso, aonde podem estar concentrados, preservados possam treinar, fazer a sua preparação psicológica, táctica à vontade sem que haja muitas interferências, tendo em conta todos estes factores mobilizou-se meios para estarem numa unidade que é a casa Militar onde vai encontrar todas propícias para treinar e descansar”, explicou Gilberto Mendes.

Cabo Verde complica contas dos Mambas ao vence Camarões

Mendes anunciou que o confinamento dos Mambas neste quartel da Casa Militar vai iniciar a partir das 10 Horas deste sábado e garantiu que neste espaço os jogadores nacionais vão encontrar as melhores condições, incluindo psicológicas, para preparar o jogo com os Tubarões Azuis.

“Esta mudança não tem haver com os resultados, tem haver com as condições que eles vão encontrar naquelas instalações que são superiores ao hotel aonde estão agora, na Casa Militar tem condições muitos superiores a unidade hoteleiras que existem porque tem espaço bem maior, o auditório onde podem ter o trabalho de análise táctica é maior, novo e extremamente moderno, tem ginásio, piscina, sauna, acesso a gelo, tem espaço necessário para uma equipe desportiva para estar alojada, pelo que não foi um ‘downgrade’, mas sim um ‘up grade’”, disse Mendes.

Gilberto Mendes espera que este confinamento no quartel da Casa Militar gere um sentimento de comprometimento com a pátria.

“No quartel existem psicólogos, será muito importante esta interacção para a passagem daquilo que são os valores da pátria, da camisola que se veste, da bandeira, do hino do comprometimento com a defesa da nação, a derrota que sofremos afecta 30 milhões de moçambicanos, essa responsabilidade às vezes pode passar ao lado se as condições de estágio não forem as propícias, podemos ter alguém depois da derrota estar a ouvir música isso pode mostrar um bocado de falta de comprometimento, pelo que temos psicólogos para trabalhar no factor psico dos atletas”, disse o Secretário de Estado do Desporto.

De recordar que os Mambas depois de perderem por 1-0 em Kigali, no Ruanda, deixaram de depender apenas de si na corrida à qualificação ao CAN.

Fonte:LanceMZ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here